E agora? foi adotado o trabalho Home Office no Serviço Público

A pandemia trouxe um novo cenário para a administração de pessoas em todas as áreas, como os regimes de home office ou mesmo de teletrabalho – novidade da Reforma Trabalhista prevista nos artigos 75-A e seguintes da CLT, a depender da atividade prática que será desenvolvida pelo profissional em sua residência.
A administração pública não ficou de fora dessa mudança repentina e forçada de forma de trabalho, mesmo com uma cultura dita como “burocrática” e com demasia de formalidades, por conta de diretrizes e leis inerentes a este mercado, as quais devem ser respeitadas.
Sabemos que é possível agilizar soluções quando a necessidade de sobrevivência é vital, mas por outro lado como ficam os servidores acostumados com as rotinas burocráticas?

Fundo vetor criado por br.freepik.com

As exigências nesse momento para os servidores públicos são de adaptação rápida, agilidade em adquirir competências e saberes técnicos de novas tecnologias e priorizar as entregas.
Com isso os servidores deverão ter em mente a necessidade de se reinventar e entender a necessidade de mudança de cultura de trabalho fazendo novas releituras das burocracias tão presentes neste mercado.

Como fica o servidor público diante desse cenário de MUDANÇA obrigatória?

Que pensar “FORA DA CAIXA” já é um jargão por muito tempo utilizado na área de Gestão de Pessoas é de conhecimento de todos, porém existia um tempo de maturação para esse trabalho, um acompanhamento no desenvolvimento dessa competência.

Mas, pensar “FORA DA CAIXA” de forma obrigatória e emergencial nos processos de trabalhos que aconteciam antes da pandemia e realizar mudanças abruptas para continuar atendendo com excelência é algo que causa alterações e ansiedade em alguns servidores.

Projeto do fundo do negócio Vetor grátis
Fundo vetor criado por dooder – br.freepik.com

Trabalhar em casa, atender as demandas do trabalho e as demandas da casa, bem como adaptar o seu espaço estrutural e tecnológico para esse procedimento, geram novas sensações e inseguranças.

Contribui também, para alteração do “EU” normal a imprevisibilidade das medidas que serão adotadas para a contenção do vírus e os impactos que poderão vir a frente.

O que a GESTÃO DE PESSOAS pode fazer ou propor para manter o servidor público engajado

Diante deste cenário, é necessário promover ações para que esses servidores se mantenham engajados, longe do pessimismo e da baixa produtividade.
Para evitar esse cenário, preparamos algumas dicas para ajudar a área de Gestão de Pessoas e líderes a agir nessa situação de trabalho remoto:

  1. Estabeleça objetivos, metas e prazos para as demandas de trabalho;
  2. Faça o acompanhamento do progresso de trabalho de forma sistematizada;
  3. Tenha em mente que o resultado final é o mais importante;
  4. Evite ficar dependente de videoconferências, permitindo assim que os colaboradores possam realizar o seu trabalho sem fazer comunicação em tempo real a toda hora;
  5. Estabeleça prioridades e estimule os colaboradores a manter o foco no que é mais importante;
  6. Reconheça os esforços de cada colaborador;
  7. Estabeleça horários de início ao fim da jornada de trabalho;
  8. Estimule o gerenciamento do tempo;
  9. Comunique suas expectativas de forma clara e específica;
  10. Conheça as dificuldades que cada colaborador está enfrentando neste momento.

A forma como a Gestão de Pessoas e os líderes tratam os colaboradores, neste momento desafiador para todos é muito importante para o prosseguimento das atividades da organização.

Sabemos que estamos passando por um momento desafiador, mas uma coisa certa, não podemos deixar de olhar para o lado humano e o seu desenvolvimento.

E pense:

“Você não terá resultados diferentes, se continuar fazendo do mesmo jeito que sempre fez.”

Eu sou Dinamar Makiyama, Diretora Executiva da Makiyama Consultoria, e convido você para entrar em contato com a nossa empresa e saber mais sobre os nossos serviços em mentoria, treinamento e consultoria para o setor público. Principalmente, a nossa ferramenta de PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL PARA PANDEMIA, destinada a coletar dados a fim de identificar a percepção dos colaboradores sobre o ambiente de trabalho neste novo momento de adaptação. Esperamos por você!

E se você gostou deste artigo ou ficou com alguma dúvida, não esqueça de deixar o seu comentário aqui abaixo!

Se possível, comente ou indique assuntos que gostaria que tratássemos nos próximos posts!

1 comentário em “E agora? foi adotado o trabalho Home Office no Serviço Público

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.